Páginas

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

FANTASIA


Raiou teu amanhã
incorporado no meu ter.
Teus olhos, tão vazios,
inventam histórias,
criam situações e
encurralam meu viver.
Uma hora se assemelha ao sol do meio dia
que aquece, ferve e dissipa minha ira.
Outra hora é glacial, insípido e sem querer.
Que arrefece, entristece e agonia.
Uma parte de tua alma me chama,
mas a outra insiste em te esconder.
Uma parte do meu pulsar te atrai,
mas a outra te repudia.
Mesmo assim,
na desarmonia do nosso encontro,
ainda és meu guia.
No desalento de tua vontade,
ainda és minha luz , meu desejo...
 meu amor e minha fantasia.

 Carmen Lúcia Couto


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante. Obrigada!